#Entrevista com Marcela Tissot | Projeto IMAGINE

Oi pessoal! To passando aqui hoje pra deixar com vocês a entrevista que fiz com a Marcela Tissot, a idealizadora do Projeto IMAGINE que, com a ajuda de seus amigos – agora como equipe – colocam na rua cantores levando sua música a lugares bem legais e diferentes daqui de São Paulo. A iniciativa sem fins lucrativos já produziu até hoje doze vídeos que estão no YouTube para qualquer um que quiser assistir.

Que tal conhecer um pouquinho mais sobre essa iniciativa; e que jeito melhor de fazer isso do que conversando com a criadora de tudo?

***

RK Book’s – Olá Marcela, obrigado por participar aqui com a gente do RK Book’s dessa entrevista.
Marcela – Olá. É um prazer poder falar um pouco mais sobre meu projeto com vocês do RK Book’s.

R – Quando surgiu a ideia de montar o IMAGINE? Quais foram os passos até tornar essa iniciativa em algo concreto?
M – Bom, há uns dois anos atrás eu assistia a muitos vídeos na internet de um projeto de um cineasta francês que tinha basicamente essa ideia: fazer vídeos que levasse a performance musical a qualquer lugar (não se limitando aos palcos).  Desde então tive vontade de fazer algo assim, aqui no Brasil. Na época deixei o projeto guardado na gaveta, e só no segundo semestre de 2012 eu realmente resolvi colocar em prática através de um contato que, coincidentemente, acabei fazendo com alguns cantores folks de São Paulo. Além da ajuda que recebi de uns amigos que estudam comigo na faculdade, e estão sempre colaborando com o projeto.

R – Qual foi a maior dificuldade que vocês enfrentaram – ou ainda enfrentam – na hora de gravar um vídeo?
M – Bom, muitos de nossos vídeos são gravados em externas e em uma tomada (o famoso plano sequência), o que por um lado traz uma naturalidade maior ao momento, e por outro, ficamos dependente da colaboração de quem passa por ali. Algumas vezes tivemos que parar de filmar porque algumas pessoas passavam na frente da câmera fazendo “gracinha”, ou porque simplesmente um carro com um motorista irritado (o que não é nada incomum em São Paulo!) buzinava ao lado incessantemente.

R – Como funciona a seleção dos cantores que serão filmados? E depois de selecionados: como funciona a escolha de locais, preparação, etc.?
M – Bom, até hoje a nossa seleção é baseada na indicação dos próprios cantores que já participaram de um de nossos vídeos, ou nós mesmos entramos em contato com alguém que percebemos que tem algum talento. Não é necessário ser novo no cenário musical, aliás é até interessante haver essa mistura. Bom, depois que entramos em contato, analisamos o perfil da banda/cantor envolvido e discutimos possíveis locações, e se necessário providenciamos autorizações e o que mais for necessário para as filmagens acontecerem. E então marcamos um dia, e vamos filmar.

R – E o nome IMAGINE; tem algum significado ou razão?
M – O nome IMAGINE está relacionado à canção do John Lennon (uma das minhas favoritas), além do fato de ser uma palavra que tenha o mesmo significado em português e inglês e é escrita da mesma forma nos dois idiomas. Ou seja, tanto faz a pronuncia, o significado é o mesmo.

R – Reparei que os vídeos tem uma tendência mais ao vivo e acústica. Por que essa preferência?
M – Bom, sempre visamos dar uma certa naturalidade ao momento que captamos as imagens. E não há melhor maneira de se conhecer o real potencial de um cantor/banda que em uma performance ao vivo.

R – Vocês pretendem em algum momento gravar algo mais voltado para o estilo videoclipe?
M – Talvez. Olha, eu já pensei muito nisso, mas as vezes penso que sai da proposta. Quem sabe um dia, mas não é impossível!

R – Já aconteceu alguma situação estranha, engraçada ou constrangedora durante uma gravação? Qual?
M – Sim, quase sempre tem uma situação engraçada! (risos) Um dos últimos vídeos que gravamos, eu estava filmando em uma rua na Vila Madalena no famoso Beco do Batman. Ali passam alguns carros, mas no dia que fomos gravar eu acreditava que o movimento seria bem menor e não haveria problema. Engano meu! Bem, eu estava filmando de um lado da calçada enquanto o cantor estava encostado em uma parede na outra calçada, e de repente, surgiu um taxi e simplesmente parou no meio da rua (que estava vazia) entre nós e nem percebeu o que estava acontecendo ali! Estragou uma tomada linda e claro, tivemos que trocar de lugar.

R – Para os interessados em participar: como eles entram em contato com vocês?
M – Bom, eles podem entrar em contato conosco através da página do Facebook, YouTube, Vimeo… Lá tem o nosso e-mail, e todas as informações de contato.

***

Nós do RK Book’s agradecemos à Marcela pela entrevista e desejamos sucesso nos próximos vídeos! :D

E ai, o que acharam da iniciativa? Não esqueçam de comentar!

Anúncios

Um comentário sobre “#Entrevista com Marcela Tissot | Projeto IMAGINE

  1. Pingback: #Entrevista com Larissa Siriani | яK BooK's

Comente! Sua opinião/crítca/sugestão é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s