Resenha | O Véu

TÍTULO: O VÉU

AUTOR: LUIS EDUARDO MATTA

EDITORA: PRIMAVERA EDITORIAL

PÁGINAS: 560

SKOOB: http://www.skoob.com.br/livro/77415


Assim como o quadro O Véu foi a obra-prima de Lourenço Monte Mor, este livro com a mais absoluta certeza é a obra-prima de Luis Eduardo Matta.

Um quadro com uma suposta maldição. Todos os que colocaram suas mãos nele morreram de alguma maneira, inclusive seu autor, num incêndio que ninguém sabe se foi ou não criminoso. Todos acreditavam que O Véu havia sido destruído, que sua maldição havia sido invalidada juntamente com seu criador. Porém todos estavam enganados.
O Véu permaneceu durante anos guardado por Araci Quintanilha, e num belo dia ela resolve colocá-lo em sua casa de leilões, a Casa Quintanilha. Mas as consequências geradas por um simples leilão mudam a vida dela para sempre.
Um grupo terrorista chamado Azadi, praticamente renasce das cinzas e começam a perseguir Araci e seu marido. Sem alternativa ela acaba fugindo do Brasil, mas as coisas só tendem a piorar.
A perseguição não termina, cada rua, casa ou prédio representa uma ameaça. Eles estão em toda parte, Araci não vê outra escapatória além de investigar, antes que a Azadi perca de vez a paciência e resolva eliminá-la.
Todos os personagens correm em uma direção, sem saber que servem à um mesmo propósito. Todos estão interligados. E talvez a única pista para resolver tudo isso esteja no Belo e Aterrador quadro O Véu.

Uma trama bem feita, cheia de suspense e reviravoltas alucinantes. Prepare-se para temer e ansiar por cada virada de página.

Um livro que vicia mais rápido que as drogas mais viciantes.

Comparar Dan Brown com Luis Eduardo Matta seria um sacrilégio. Matta é mil vezes melhor!

A Capa: Média. Na verdade achei que a capa não mostra todo potencial do livro. E aquele efeito de sangue em cima das letras não ficou legal. Podiam ter deixado somente o efeito perto da capa da mulher, ou então usado um outro efeito de sangue nas letras, já que fica na cara que usaram os mesmos respingos. Desculpa a sinceridade, mas preferia que não tivesse aqueles sangues ali.

Comparando os Livros: Luis Eduardo Matta, tem outros títulos publicados no Brasil, entre eles 120 HORAS e IRA IMPLACÁVEL, ambos abordam como tema principal o Oriente Médio.
Comparando o Véu com os outros dois livros, o Véu ficou muito melhor (Olha que já diziam que tudo melhora com a prática), não estou dizendo que os outros são ruins, pelo contrário são muito bons, mas o leitor precisa ter um pouco de paciência para passar pelas primeiras páginas, que são um pouco monótonas (Isso dependerá do tipo de leitor, eu mesmo não tenho problemas para passar os começos calmos em-que-nada-acontece, mas tem gente que simplesmente abandona o livro por não ter paciência). Mas depois disso o livro acelera e a trama passa a envolver mais o leitor.
O Véu ficou melhor foi basicamente nisso, a trama já começa acelerada e só acalma mesmo no final, isso faz com que os será-que-nada-acontece-nesse-livro sintam-se incentivados a prosseguir na leitura.

Uma palavra que definiria o livro: Impecável.

Um Acontecimento Marcante: Sabiam que eu quase perdi o meu O Véu? Pois é, inacreditável não?
Era dia de pagamento, ou seja, fui no banco sacar o dinheiro. Como sempre eu estava com um livro na mão, desta vez era O Véu. Aí, coloquei o livro no canto do caixa eletrônico e iniciei os processos para retirada do $$.
Peguei a bufunfa e saí do banco.
– espera aí! Esqueci de algo não?
Saí do banco e fui trabalhar. Cheguei no serviço mais cedo. A porta ainda estava fechada. Resolvi terminar de ler O Véu (faltavam umas 30 páginas). E então.

– Cadê O Véu????
Procurava em tudo quanto é canto e não achava o livro. Aí lembrei.
– O Banco.
Corri, corri, corri, corri…(Coloca mais uns 200 “corri”) até o banco. Cheguei lá feito um poodle molhado. Fui até o caixa e…

– Cadê o livro???
Vi a faxineira do banco e perguntei: – Você não achou um livro aqui não?
Pela cara dela deduzi que ela estava começando a me odiar. Ela falou: – Qual o título do livro.

Respondi: – Hum… É… (Acreditam que me deu um branco?) É… Lembrei! É O Véu!
A faxineira fez aquela cara de porquê-você-não-deixou-ele-pra-mim? Entrou lá dentro da agência e me trouxe o livro.
Peguei ele. Agradeci e corri pro trabalho. Já que eu estava beeem atrasado.
Pelo menos  a correria valeu a pena.
Terminei de ler O Véu!

LEMBRANDO QUE 10 COMENTÁRIOS E O LIVRO ENTRA ME PROMOÇÃO PARA SORTEIO!

Anúncios

17 comentários sobre “Resenha | O Véu

  1. Caraaaca!
    Eu comprei esse livro quando vi a resenha aqui e digo: Não me arrependi nem um pouco!
    Ele é muito bom! Pretendo logo investir minha $$ em outros livros desse autor!

  2. Um livro muito bacana mesmo, e com a trama bem envolvente e algumas reviravoltas. O LEM acertou a mao nos detalhes das varias cidades e em algumas ideias cientificas e tecnologicas que permeiam o livro. Estou aguardando o proximo dele…

  3. Estou em débito com a leitura desse livro. Está na minha lista desde o fim do ano passado quando o autor visitou minha escola. E agora vou ter de ler, heehe

  4. Renato Klisman foi fundo nos comentários sobre o livro. Vai conquistar mais leitores. Quanto ao Véu: dizer mais o quê? Vou dizer: maravilhoso, envolvente, bem escrito.

  5. Realmente uma obra-prima da ficção brasileira. Quem não conhece o trabalho do LEM certamente pensaria em se tratar de uma tradução de algum best-seller internacional, mas não é, trata-se de uma obra genuinamente brasileira. Realmente trata-se do melhor trabalho do autor. O único defeito é realmente ser uma leitura extremamente viciante e que, logo, passa rápido deixando o leitor ao final com saudades dos personagens e de toda a trama descrita ao longo das páginas da obra. De todo modo, que venha o próximo!

  6. Caramba!!! Me convenceu amorew!!!! Agora quem quer provar desse livro viciante sou eu!!! Livro de suspense e cheio de reviravoltas é, com certeza, muito empolgante!!
    Empolgante também foi sua busca atrás do livro esquecido!!! Sério. Quando vc falou que tinha esquecido o livro, chega deu pra sentir a dor de quem ama os livros que tem sente… =/ isso machuca.. =/ rsrsrsrs
    Que bom que vc recuperou!!!

    E o livro já está incluso em minha lista de leitura.

    Bjs^^

    Daniii
    Garotas e Livros

  7. Nossa, acabei de ler a resenha! Ufa!

    Bom, não se preocupem, está ótima a resenha! O véu, parece ser um ótimo livro!!

  8. Ah tá! Obrigada por me deixar curiosa sobre o livro. E, se eu não tiver dinheiro para comprar, ficar curiosa por muito tempo. u___u’
    ahuahuahuhaua
    Muito instigante o que inscreveu! Parabéns. Na próxima, deixe o livro pra mim e não para qualquer um. :P

  9. Corri, corri, corri, corri…(Coloca mais uns 200 “corri”) até o banco. Cheguei lá feito um poodle molhado. Fui até o caixa e… hahahhahahha rilitros

Comente! Sua opinião/crítca/sugestão é muito importante para nós!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s